Terapia Cognitiva: a abordagem psicoterapêutica mais indicada pelos psiquiatras

Ao longo da vida temos pensamentos tão rápidos que muitas vezes nem percebemos, os chamados "pensamentos automáticos". Estes pensamentos por sua vez influenciam nossos sentimentos, a maneira pela qual nos comportamos e até a biologia do nosso corpo.

Por exemplo, o que você pensou ao entrar neste site? O que estava sentindo? E agora, ao ler estas perguntas, o que está pensando e sentindo?

Geralmente não nos damos conta destes pensamentos automáticos, rápidos, e estes algumas vezes podem não corresponder exatamente à realidade e gerar sentimentos e comportamentos desagradáveis desnecessários.

A TC considera que sejam 5 os fatores que atuam em nós:

-Pensamentos

-Sentimentos

-Comportamentos

-Ambiente

-Fisiologia

Estes 5 fatores interagem e influenciam uns aos outros.

Afinal, quem nunca passou ou percebeu uma TPM, onde o humor, comportamento e até os pensamentos da mulher são fortemente influenciados pelo desconforto biológico causado pelos hormônios (ou falta deles). É difícil ter pensamentos bonitos e sentimentos felizes cheia de cólica... Idem ao tentar dormir perto do barulho de uma britadeira em funcionamento...

Agora, mudanças no pensamentos (cognições/interpretações) podem ajudar a resolver/amenizar muita coisa, inclusive desconfortos ambientais e fisiológicos. Um exemplo disso é o tratamento cognitivo-comportamental para dor crônica que pode produzir alívio significativo para pessoas que passam por isso.

A TC utiliza diversas técnicas, inclusive as técnicas da terapia cognitiva, porém tem como foco primário os pensamentos ou interpretações que fazemos do que acontece conosco, com as pessoas e o mundo a nossa volta.

Fonte: Por Nivea Melo - www.niveamelo.com.br

Adaptado por Patricia Ferreira da Silva

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now